Para o topo
Sensibilidade sempre
/SBHansenologia
/todoscontraahanseniase

não é associado?
Botão Associe-se
Informação » Notícias

TV Câmara de Ribeirão Preto veicula vídeo da campanha Todos contra a Hanseníase

Data de publicação: 30/11/2021
TV Câmara de Ribeirão Preto veicula vídeo da campanha Todos contra a Hanseníase

 

Mais de 250 casos de hanseníase foram diagnosticados em Ribeirão Preto neste ano de 2021

Já está no ar na TV Câmara o vídeo da campanha Todos Contra a Hanseníase da Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH) com alerta sobre a doença, que ainda não está controlada no Brasil, orientação sobre sinais e sintomas e sobre o tratamento da hanseníase. 

O Brasil é o segundo país com mais casos da doença – perde para a Índia apenas – e notifica cerca de 30 mil casos por ano, mas a SBH alerta que há uma endemia oculta no país e que os números reais são de 3 a 5 vezes maiores do que os dados oficiais. A doença é confundida com várias outras como artrite, artrose, fibromialgia e até infarto, por exemplo. Isso porque o bacilo causador da hanseníase afeta os nervos e o paciente pode sentir dores, perda de força nas mãos e pés, pode perder ou ter diminuição da sensibilidade à dor, ao frio e calor e mesmo a um toque.

Com vistas ao mês oficial de alerta e conscientização sobre essa doença, conhecido como Janeiro Roxo, o presidente da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, Alessandro Maraca, confirmou hoje a parceria da Casa na campanha nacional Todos Contra a Hanseníase. “Além da exibição do vídeo pela TV Câmara, que passou a ser mais acessada por causa das aulas remotas na rede municipal de ensino, vamos iluminar a fachada do nosso prédio a partir do dia 3 de janeiro, com a cor roxa, e já estamos convidando outras instituições da cidade a abraçarem a causa”, comentou.

Segundo o presidente da SBH, dermatologista e hansenologista Claudio Salgado, professor titular da Universidade Federal do Pará, “as parcerias nesta campanha ampliam o debate e são importantíssimas para não apenas alertar a sociedade de que a hanseníase não está controlada no Brasil, mas para contribuir com orientação a muitos pacientes que ainda estão sem diagnóstico”.

O vice-presidente da SBH, Marco Andrey Cipriani Frade, coordenador do Centro de Referência Nacional em Dermatologia Sanitária com Ênfase em Hanseníase da Faculdade de Medicina USP-Ribeirão Preto, alerta que a falta de diagnósticos da doença por todo o país é fruto da falta de informação. “Em Ribeirão Preto, a exemplo do município vizinho de Jardinópolis, onde foi feita ampla campanha de conscientização da população e também de treinamento de profissionais de saúde, os diagnósticos vêm ampliando significativamente”. Segundo ele, é importante o aumento dos diagnósticos para garantir tratamento aos pacientes e caminhar para o controle da doença.

Mais de 250 casos de hanseníase foram diagnosticados em Ribeirão Preto neste ano de 2021 e novos casos são diagnosticados quase que diariamente, segundo a SBH. “É importante ressaltar que não se trata de um surto da doença na cidade; o número de casos aumenta nas localidades em que os serviços de atenção básica à saúde são treinados para diagnosticar a hanseníase e este é o caso de Ribeirão Preto e várias outras localidades no Brasil”, explica Claudio Salgado.

A hanseníase é causada por um bacilo, transmitido por vias aéreas (respiração) de pessoa doente para pessoa saudável. O doente pode apresentar manchas avermelhadas ou esbranquiçadas na pele. A doença tem cura e o tratamento, feito à ase de antibiótico e monitorado pelo médico, é gratuito em todo o país.

Campanha nacional Todos Contra a Hanseníase

Desde 2016, a SBH realiza no Brasil a campanha educativa Todos Contra a Hanseníase. A ação foi lançada nacionalmente em Ribeirão Preto e, posteriormente, replicada no país. Há dois anos a campanha é parceira oficial do NTD World Day (Neglected Tropical Diseases ou Dia Mundial das Doenças Tropicais Negligenciadas), promovido pela corte do príncipe herdeiro de Abu Dhabi em todo o planeta.

Veja também

destaques SBH

PARCEIROS SBH
CRNDSHansen
DAHW
CREDESH Centro de Referência Nacional em Hanseníase/Dermatologia Sanitária

Secretaria e correspondências
Laboratório de Dermato-Imunologia 
Universidade Federal do Pará
Av. João Paulo ll , 113
Bairro Dom Aristides
Marituba-PA
CEP: 67200-000
Tel: (91) 3201-7033

© Copyright 2017 SBHansenologia All Rights Reserve